Para que serve a Programação Neurolinguística Afinal?

imagem-agua-para-post-renata-aquino1

Algumas das principais dúvidas de uma pessoa que buscar a PNL são:

  • Para que serve a PNL?
  • O que o curso entrega?
  • Quais as “dores” de uma pessoa que faz a formação?

Com o objetivo de elucidar essas perguntas escrevi este breve artigo.

Toda pessoa, quer seja ela um estudante, professor, empresário ou mesmo uma dona de casa, tem anseios, dúvidas, sonhos que gostaria de realizar. Todo mundo necessita sentir que superou seus desafios e que realizou algo importante para si, e quando alcança essa realização produz uma nova sensação de bem-estar, que lhes faz produzir mais boas sensações, que as faz querer continuar a persistir na busca de realizar mais e mais metas, objetivos ou sonhos.

A Programação Neurolinguística vem facilitar o mecanismo de conquista de suas realizações, superando os desafios, com o uso de inúmeras técnicas, que uma vez aplicadas com seriedade, viabilizam o desbloqueio daquilo que está impedindo a pessoa de alcançar os resultados que almeja.

Aqui estão 10 dentre os principais pressupostos da PNL que são aprofundados durante uma formação:

  1. O mapa não é o território.
  2. Inexistem erros, apenas resultados.
  3. Todo comportamento tem uma intenção positiva.
  4. É impossível não se comunicar.
  5. O significado da comunicação é a sua resposta.
  6. Se alguém pode fazer algo, todos podem aprender.
  7. Corpo, mente e emoção são parte de um mesmo sistema.
  8. As pessoas fazem o melhor com os recursos que têm.
  9. Sempre há uma maneira de deixar as coisas melhores do que estão.
  10. Fazer as coisas sempre do mesmo jeito, fará com que obtenha os mesmos resultados.

Para que seja apreendido o sentido de cada pressuposto causando uma mudança consistente no participante, são vivenciadas  técnicas poderosas, que geram momentos de grande transformação conjunta que permitirão:

– Programar metas mais definidas com resultados mais eficazes;

– Estabelecer relacionamentos interpessoais melhores substituindo conflitos pela cooperação;

– Desenvolver maior flexibilidade em suas reações nos ambientes profissionais e pessoais;

– Obter respostas mais adequadas às demandas em constante mudança em seu dia a dia;

– Coordenar suas atividades mentais, que o(a) levarão a um maior autocontrole e a uma atitude mais eficaz!

À medida que for inteirando-se da formação perceberá que é muito fácil entender os conceitos básicos da PNL. Já dominar o uso das técnicas exigirá um pouco mais e poderá ser interessante praticar diariamente em seu dia a dia.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *